Poderas aprender um pouco da bela cidade de aveiro !!!!

22
Ago 08

 

Breve História de Aveiro
A primeira referência a Aveiro surge em documento, datado de 26 de Janeiro de 959, no qual a Condessa Mumadona Dias doa, ao Mosteiro de Guimarães, «Sui terras in Alavario et Salinas».
No século XVIII, Aveiro é elevada a cidade por D. José. No século Seguinte destaca-se a activa participação de aveirenses nas lutas liberais, bem como o papel de José Estevão no desenvolvimento local, nomeadamente na fixação da localização definitiva da entrada da barra e na passagem, por esta cidade, da linha de caminho de ferro Lisboa-Porto. Foram obras de capital importância para o dinamismo da cidade, permitindo-lhe ocupar, hoje, um lugar de topo no contexto económico e social.
 
 
 
O Território
 
Aveiro é Capital de distrito de uma Região económica e socialmente desenvolvida. Com uma excepcional localização na faixa litoral voltada para o Atlântico, enriquecida com praias de areia branca, águas azuis e um grande poder de canais, Aveiro estende-se até uma zona interior onde predominam a constância dos ventos e os cursos de águas.
 
 
 
Monumentos
Em Aveiro, os visitantes não se deslumbram só com o presente, mas também com os testemunhos da sua História, entre os quais se podem destacar o Maneirismo e o Barroco presentes na maior parte das igrejas e capelas.
 
 
 
Animação / Cultura
 
A região de Aveiro é rica em cultura e animação. São inúmeras as festas e romarias que durante todo o ano lhe dão alegria e muita vida. Destacam-se as tradicionais Festas de São Gonçalinho, As Festas da Ria ou a Feira de Março, com mais de 500 anos. Aveiro assume-se, cada vez mais, como um pólo cultural de grande dinamismo.
 
 
 
Universidade
 
Com uma forte ligação ao meio empresarial, a Universidade de Aveiro é uma fonte de orgulho para a cidade e para a região. A sua formação qualificada e a aposta significativa na investigação.
 
 
 
Arte Nova
A região de Aveiro orgulha-se de possuir exemplares relevantes do movimento Arte Nova. Deambulando pelas ruas podemos contemplar a exuberância decorativa que os particulariza: o colorido dos azulejos conjugado com o rendilhado da pedra e do ferro forjado.
 
 
Ambiente
Aveiro prima pelos magníficos e amplos espaços verdes que envolvem a cidade. Aos seus visitantes tem para propor românticos passeios pelo Parque Infante D. Pedro e Parque da Baixa de Santo António onde é possível um agradável reencontro com a natureza.
 
 
 
 
 
Gastronomia
 
Para os apreciadores da boa mesa, Aveiro é uma tentação. Aqui é possível apreciar os tradicionais e bem apaladados pratos de pescadores, tais como enguias de caldeirada e de escabeche, espetadas de mexilhão e caldeiradas de vários peixes da Ria e do mar, como optar por um tenro carneiro assado na caçoila de barro preto, ou ainda, por um estaladiço leitão assado.
 
 
 
 
Fonte:.http://www.int-tech-mtng.org/old/29th/contents/Aveiro_guide.pdf
Data: 21 de Agosto de 2008
publicado por nossoportugal às 11:15
sinto-me:

Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos
2008

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO